Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quarta-feira 21 de Outubro de 2020

1 6
:
3 5
:
5 0

Últimas Noticias

Notícias / Polícia

7 Set 2020 - 11:30

Justiça revoga decisão contra Nadaf que determinou cumprimento de pena e uso de tornozeleira

Arthur Santos da Silva

Rogério Florentino/ Olhar Direto

 (Crédito: Rogério Florentino/ Olhar Direto)
O juiz Leonardo Pitaluga, da Vara de Execução Penal de Cuiabá, revogou decisão responsável por determinar que o ex-secretário de Casa Civil e delator premiado, Pedro Nadaf, iniciasse cumprimento de pena no regime semiaberto. Decisão é do dia cinco de setembro.A revogação foi determinada por Leonardo Pitaluga levando em conta que o processo executivo de pena é oriundo de acordo de colaboração premiada. O acordo, contudo, não está juntado aos autos.
 
“Diante disso, revogo a decisão constante do sequencial nº 12.1 que determinou a inserção do recuperando no regime semiaberto e determino a expedição de ofício ao Juízo da 7ª vara criminal de Cuiabá, solicitando o envio de cópia integral do acordo de colaboração premiada, a fim de sejam verificadas quais as condições estabelecidas”, afirmou o magistrado.
 
A decisão revogada havia determinado que o ex-secretário de Casa Civil de Mato Grosso iniciasse cumprimento de pena no regime semiaberto com o uso de tornozeleira eletrônica.
 
Para o cumprimento da pena, seria necessário o recolhimento residencial diário, no período compreendido entre 22h e 6h. Nadaf poderia solicitar autorização para trabalhar, frequentar cursos e cultos religiosos.  O ex-secretário estava proibido de se ausentar das comarcas de Cuiabá e Várzea Grande sem prévia autorização judicial.
 
Após o envio do acordo firmado por Nadaf, uma nova decisão deve ser estabelecida por Pitaluga.
Nadaf foi condenado em dezembro de 2017 em decorrência de ação penal oriunda da primeira fase da operação Sodoma. Pelos crimes de concussão, extorsão e lavagem de dinheiro, a pena foi estabelecida em 7 anos, 2 meses e 27 dias.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet