Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 18 de Setembro de 2020

1 3
:
3 4
:
5 2

Últimas Noticias

Notícias / Polícia

8 Set 2020 - 17:30

Mentiras sobre delação de Riva estão sendo divulgadas para beneficiar delatados, afirma defesa

Arthur Santos da Silva / Olhar Direto

Rogério Florentino/ Olhar Direto

 (Crédito: Rogério Florentino/ Olhar Direto)
A defesa do ex-deputado José Riva considera que mentiras sobre o conteúdo da delação premiada do ex-parlamentar estão sendo divulgadas para conturbar o andamento do processo, beneficiando exclusivamente os criminosos delatados junto ao Ministério Público.A informação consta em nota divulgada nesta terça-feira (8) pelos advogados Almino Afonso Fernandes e Gustavo Lisboa Fernandes. Documento rebate publicação da coluna do jornalista Lauro Jardim em O Globo.
 
 A citada publicação de O Globo contou que o ex-deputado Riva estaria procurando a Procuradoria Geral da República (PGR) para delatar desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT).
 
O desembargador Marcos Machado, membro do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, foi quem homologou em fevereiro a delação premiada firmada pelo ex-deputado estadual José Riva.

Conforme apurado pelo Olhar Jurídico, o ex-político apresenta lista com 38 nomes de ex-deputados e deputados que supostamente receberam mensalinho na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Os fatos tiveram início em 1995 e alcançaram montante aproximado de R$ 175 milhões. 

Riva também disse ao Ministério Público (MPE) que desde 1995 os deputados estaduais gastaram aproximadamente R$ 40 milhões durante negociações para as eleições da Mesa Diretora.
 
Para comprovar os crimes, o ex-parlamentar apresentou transferências bancárias, depósitos, notas promissórias e testemunhas. 
 
Confira  nota
 
A defesa do ex-presidente da Assembleia Legislativa do Mato Grosso (ALMT) José Geraldo Riva ressalta que é falsa a afirmação de que o ex-deputado José Geraldo Riva tenha tratativas ou intenção de negociar qualquer acordo de colaboração premiada com a Procuradoria-Geral da República. Já existe acordo nesse sentido com o Ministério Público estadual de Mato Grosso, recentemente homologado pelo Tribunal de Justiça do Estado, em que o ex-deputado relatou tudo o que sabe e que vem sendo cumprido à risca. Mentiras sobre novos acordos têm como objetivo apenas conturbar o andamento do processo e a apuração dos crimes, beneficiando exclusivamente os criminosos delatados.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet