Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 19 de Setembro de 2020

1 5
:
0 3
:
3 0

Últimas Noticias

Notícias / Polícia

11 Set 2020 - 15:10

PF monitorou aniversário com show de Bruno e Marrone em "pousada do pó" no Manso; vídeo

Evento ocorreu em 2017 e teve "desfile" de carrões

ALLAN MESQUITA

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
Vídeos divulgados pela Polícia Federal registraram a festa de aniversário de um dos líderes da organização criminosa que lavava dinheiro com o tráfico de drogas em Mato Grosso. O evento foi realizado para convidados selecionados e contou com um show exclusivo da dupla sertaneja Bruno & Marrone em 2017 na “Pousada Paraíso”, na região do Lago do Manso, emChapada dos Guimarães.

As imagens fazem parte do inquérito que culminou na ‘Operação Status’, deflagrada nesta sexta-feira (11). No registro, é possível ver várias pessoas bebendo enquanto curtiam a apresentação dos sertanejos. 

O vídeo também mostra diversos carros de luxos do empresário cuiabano Tairone Conde, proprietário da “Classe A Motors”, investigada no inquérito policial. A PF também registrou imagens de fazendas localizadas no município de Barra de Garças (520 km de Cuiabá), que também era utilizada para a lavagem de dinheiro oriundo do tráfico de drogas. Os imóveis rurais avaliados em R$ 10,5 milhões foram sequestrados pela PF.

Em Mato Grosso, além de Barra do Garças e Cuiabá, também foram cumpridos mandados de busca e apreensão no município de Primavera do Lestes. De acordo com o delegado Lucas Vilela, o esquema criminoso tinha como ponto principal a lavagem de dinheiro oriundo do tráfico de cocaína, por meio de empresas de “laranjas” e empresas de fachada, dentre as quais havia construtoras, administradoras de imóveis, lojas de veículos de luxo.

Durante as diligências, foram sequestrados mais de R$ 230 milhões em patrimônio do grupo no Brasil e no Paraguai. No Brasil estão sendo sequestrados e apreendidos 42 imóveis, duas fazendas, 75 veículos, embarcações e aeronaves, cujos valores somados atingem R$ 80 milhões em patrimônio adquirido pelos líderes da Organização Criminosa.

A estrutura, especializada na lavagem de grandes volumes de valores ilícitos, também contava com uma rede de doleiros sediados no Paraguai, com operadores em cidades brasileiras como Curitiba, Londrina, São Paulo e Rio de Janeiro.

A operação foi batizada de “Status” em alusão à ostentação de alto padrão de vida mantida pelos líderes da organização criminosa, com participações em eventos de arrancadas com veículos esportivos de alto luxo, contratação de artistas famosos para eventos pessoais e residências de luxo.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet