Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 23 de Janeiro de 2022

1 3
:
1 9
:
2 5

Últimas Noticias

Notícias / Política

30 Set 2014 - 09:47

Janete afirma que favoritismo de Taques não indica vitória

Segundo candidata do PSD, adversário não consegue ultrapassar números, mesmo com campanha há três anos

Agência da Notícia com Mídia News

 Candidata do PSD ao Governo de Mato Grosso, Janete Riva afirmou no domingo (28), após debate na TV Brasil Oeste (Canal 8), que está confiante na realização de um segundo turno na disputa majoritária no Estado.

Segundo ela, a “certeza” vem de uma análise de que o favorito, o candidato pela oposição Pedro Taques (PDT), atingiu um teto e não consegue ultrapassá-lo.

“Nós temos um candidato em pré-campanha há três anos, que está como favorito hoje nas intenções de voto, mas nunca passa dos 35%. Ou seja, precisamos de 50% +1”, disse.
"Nós temos um candidato em pré-campanha há três anos, que está como favorito hoje nas intenções de voto, mas nunca passa dos 35%"
“A somatória dos meus votos, dos votos do candidato do PT [Lúdio Cabral] e dos votos do candidato do PSOL [José Roberto] vai fazer com que haja uma virada no segundo turno”, afirmou a candidata.

Ainda segundo Janete, a estratégia é focar naqueles eleitores que ainda estão indecisos.
"Acredito que o último debate será fundamental porque o número de indecisos ainda é grande. Nenhum candidato convenceu de fato. É por isso que eu estou apostando no segundo turno"
“Se ninguém ainda consegue passar desse teto existente hoje, é porque a indecisão está grande. Por isso mesmo, enquanto candidata, estou confiante que é possível mudar esse quadro”, afirmou.

Campanha

Em entrevista à imprensa, após o debate na TBO, Janete Riva também admitiu se sentir “prejudicada” pelo início de sua campanha ter-se dado apenas 20 dias antes da eleição.

“O prejuízo que eu tenho em relação aos outros é porque, exatamente hoje, eu estou no 14º dia da campanha. Enquanto isso, um adversário já estava em pré-campanha há três anos e outro, há três meses. A militância está sendo fundamental neste momento. Estou correndo contra o tempo”, disse.

“Ainda não dei conta, por exemplo, de passar sequer em todas as cidades-polos, mas estou me desdobrando. Acredito que o último debate será fundamental porque o número de indecisos ainda é grande. Nenhum candidato convenceu de fato. É por isso que eu estou apostando no segundo turno”, completou.

O último debate entre os candidatos ao Governo será realizado na noite desta terça-feira (30), na TV Centro América (Rede Globo).

 
Sitevip Internet