Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 19 de Setembro de 2020

1 6
:
4 4
:
3 8

Últimas Noticias

Notícias / Política

16 Set 2020 - 17:00

Marinho: ajuda a MT mostra compromisso de Bolsonaro no combate às queimadas

RD News

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
Mato Grosso recebe mais de R$ 10 milhões do Governo federal para o combate às queimadas no Pantanal. A confirmação da ajuda financeira ocorreu no início da tarde de hoje (16), durante visita do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. O repasse, segundo ele, atende a pedido do governador Mauro Mendes (DEM) e articulação da bancada federal em Brasília.

Além do dinheiro, a União homologou hoje o decreto estadual de situação de emergência em decorrência dos incêndios florestais. A medida permite que Mato Grosso adote medida de reforço na prevenção e combate aos focos, assim como a manutenção de serviços públicos nas áreas atingidas pelo fogo.

Durante coletiva à imprensa realizada no hangar do Ciopaer, em Várzea Grande, o ministro afirmou que a ajuda a Mato Grosso serve para comprovar o compromisso da União e do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no combate às queimadas.

“Minha vinda é muito mais do que para trazer recursos e ratificar o decreto de situação de emergência. Se dá por orientação do presidente, para comprovar, de forma cabal, o compromisso do presidente e do Governo federal no combate aos incêndios e apoio para que Mato Grosso empreenda os esforços necessários e possíveis para enfrentar essa grave crise que nos encontramos”, declarou.Ainda de acordo com o ministro, a União trabalhou para dar celeridade e liberar o dinheiro requerido pelo Palácio Paiaguás dentro de 24h e garante que, caso seja necessário, o Governo federal irá ajudar com mais recursos, caso necessário.

Marinho também reforçou que a situação catastrófica no Pantanal se deve a um acumulo de fatores, como questões climáticas e acúmulo de material orgânico no bioma. Ressaltou, por fim, que o governo está disposto a debater ações de prevenção aos incêndios florestais, para que tragédias como a deste ano não voltem a ocorrer.

Com 1.650 hectares atingidos pelo fogo, o Pantanal é destaque nacional em devastação por queimadas. De janeiro a setembro, 34.558 focos de calor foram registrados por satélite no Estado. Os apontamentos são da plataforma BDQUEIMADAS. O fogo já destruiu, até ontem (13), mais de 92 mil hectares do Parque Estadual Encontro das Águas onde é registrada maior ocorrência de onças-pintadas no mundo, quanto à visibilidade. Na reserva, vivem cerca de 80 delas, agora acuadas pelas chamas.

Previsão de chuva

Em sua fala durante a coletiva, o governador Mauro Mendes (DEM) agradeceu a ajuda do Governo Bolsonaro. Explicou que o decreto só foi elaborado na segunda (14), pois, apesar de as queimadas estarem ocorrendo há mais de um mês, as equipes do governo e de outros órgãos, estavam conseguindo controlar as chamas na região.

Quanto a duração do período de emergência, o governador diz que a expectativa é de que dure por até um mês e meio, quando o regime de chuvas no estado se reestabeleça. A previsão de precipitações já na próxima semana, de acordo com Mauro, deve amenizar a situação de seca, mas ainda não será suficiente para acabar com as queimadas de forma natural.

Pelo decreto está autorizada, entre outras medidas, a aquisição de bens e materiais mediante dispensa de licitação, conforme preceitua o artigo 24, IV, da Lei Federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993, respeitados os requisitos constantes do artigo 26 da mesma lei, entre outros. O decreto tem duração de 60 dias podendo ser prorrogado por igual período.

Atualmente, a estrutura de pessoal utilizada em todo o Estado para o combate aos incêndios florestais é de 2.500 profissionais, entre Forças de Segurança, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, voluntários e Exército Brasileiro. No combate estão sendo utilizadas seis aeronaves, três helicópteros, maquinário e veículos de apoio oficiais e de voluntários, um total de 40 equipes.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet