Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 19 de Outubro de 2020

2 0
:
2 7
:
5 0

Últimas Noticias

Notícias / Política

17 Set 2020 - 16:10

Álcool gel personalizado, buquê de flores para a primeira-dama e narração de futebol marcam lançamento de Emanuelzinho

Max Aguiar

Rogério Florentino Pereira/ OD

 (Crédito: Rogério Florentino Pereira/ OD)
O lançamento da campanha eleitoral a prefeito de Várzea Grande do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB), o popular Emanuelzinho, foi marcada por diversas peculiaridades que deixam apara trás o modelo convencional de apenas discursos, aplausos e frases prontas. Além de ter álcool em gel personalizado com a marca do partido, buquê de flores para a mãe do candidato e muito suspense sobre o nome do vice, a chamada oficial para o pré-candidato foi num estilo um tanto quanto diferente. Para o mestre de cerimônia, Emanuelzinho já chegou em Várzea Grande driblando adversários e fazendo gols. Era pontualmente 19h30 de quarta-feira (16) quando o candidato desembarcou no bairro Canelas para começar seu evento de lançamento. Assim como em 2018, o parlamentar postulante ao cargo de prefeito chegou acompanhado da mãe, a primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro.

Logo na entrada, os dois foram recebidos pelo presidente do partido da cidade, vereador Rodrigo Coelho. Em seguida foram ao ato principal. Formaram a mesa, se lambuzaram de álcool em gel, que tinha logomarca do PTB e data da convenção, e logo começaram os discursos. 

A surpresa no dispositivo de honra foi a presença do senador interino, Cárlos Fávaro (PSD), que hoje é desafeto político de Jayme Campos, senador eleito em 2018 e morador de Várzea Grande. 

Fávaro chegou primeiro que Emanuelzinho. Mas permaneceu até o fim e confirmou que se eleito for na campanha suplementar ao Senado, dará continuidade em projetos para fazer a cidade de Várzea Grande ser de fato uma cidade Industrial. O discurso de Fávaro foi mais voltado ao que ele já fez nesses dias em que está como senador interino.

Sem críticas, mas com muita proposta, chegou a vez de Emanuelzinho falar. Antes de ele empunhar o microfone, o mestre de cerimônia embelezou o evento e diversificou a forma de anunciar o anfitrião da noite. Narrador de futebol por profissão, Dino Ports escalou um time e narrou o gol de Emanuelzinho. 

Antes do "gol sair", Dino escalou amigos de Emanuelzinho, driblou José Hazama e Kalil Baracat, em um possível lance do meio de campo, outra jogada sobrou até para o "pesado" Flávio Frical (todos são oponentes de Emanuelzinho). Depois Rodrigo Coelho tocou para Gordo Goiano, que foi na linha de fundo, cruzou e o deputado subiu sozinho para cabecear para o gol. Nesse momento, o espaço de evento parecia estádio de futebol e todos vibraram. Emanuelzinho só não pôde sair para o abraço, porque a pandemia não permite. 

Mas depois disso ele discursou. Nas entrelinhas, mandou recado para a atual gestão, mas deixou de lado qualquer tipo de crítica e disse que apesar da pouca idade, 25 anos, ele conhece muito bem Várzea Grande e sabe que os problemas não estão apenas na gestão, ou falta dela, mas sim no modo de conduzir os recursos que vem do estado e da União. 

"Várzea Grande não tem água. Aliás, tem dia que tem e tem dia que não tem. Temos que resolver isso. E já temos como resolver isso. É melhorar a questão do tratamento dando mais opção de distribuição e captação correta. A distribuição precisa ser planejada, mas para isso ocorrer é necessário apoio da Funasa e temos projeto para isso. Tem UPA na cidade, mas em pontos quase próximos. Temos que descentralizar. Colocar uma unidade dessa, 24h, em bairros como São Matheus, Jardim dos Estados ou Ikaraí", comentou o candidato. 

Emanuelzinho lembrou que sua coligação seguirá o lema “Um Novo Tempo para Várzea Grande”. Ele disse que o DAE (Departamento de Água e Esgoto) não pode ser um lugar onde serve de apoio para convênios com caminhões-pipa. 

“O DAE [Departamento de Água e Esgoto] não será colocado como um meio de fazer convênio com caminhões-pipa. Quero que ele bombeie água para dentro da casa das pessoas”, afirmou.
 
Emanuelzinho ainda lamentou a atual situação da Avenida da FEB, que se encontra “rasgada” pelas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). A obra foi idealizada para a Copa do Mundo de 2014 e está parada há seis anos.

Depois disso ele pediu empenho e voto para os candidatos do grupo e principalmente que todos estejam firmes e focados em uma batalha que será decidida no voto a voto. 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet