Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quarta-feira 21 de Outubro de 2020

1 3
:
0 3
:
2 1

Últimas Noticias

Notícias / Política

18 Set 2020 - 09:10

MPE reforça estrutura e dará celeridade às investigações contra autoridades em MT

Promotores e procuradores atuarão em conjunto com a Polícia Civil nas investigações

Folha Max

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
Para garantir mais celeridade nas investigações relacionadas a crimes complexos, como os praticados contra a administração pública, por exemplo, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso inaugurou nesta quinta-feira (17) uma nova estrutura na Procuradoria-Geral de Justiça destinada ao Grupo Operacional Permanente do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco-Criminal).

Com uma área total de 146,05 m2, o local conta com 17 ambientes, incluindo gabinetes, sala de reunião, salas de apoio, recepção, arquivo, entre outros. Coordenado pelo procurador de Justiça Domingos Sávio de Barros Arruda, o Naco Criminal é composto atualmente pelo promotor de Justiça Carlos Roberto Zarour Cesar, pelo delegado da Polícia Civil Rodrigo Azem Buchdidi, uma escrivã, três investigadores, nove assessores jurídicos e dois estagiários.Durante a inauguração, o procurador de Justiça Domingos Sávio de Barros Arruda apresentou um balanço das atividades realizadas desde março do ano passado. Segundo ele, nesse período o Naco Criminal requisitou a instauração de 40 inquéritos policiais, instaurou 08 procedimentos investigatórios criminais (PIC) e 200 notícias de fato. Realizou ainda 504 manifestações, apresentou 10 contrarrazões e 08 razões em recursos, além de oferecimento de 10 denúncias criminais.

O procurador de Justiça agradeceu o apoio do procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, destacando que as propostas de trabalho apresentadas no início da sua gestão foram cumpridas à risca. Enfatizou ainda a importância da integração com a Polícia Civil que, segundo ele, possibilitou que a maioria dos inquéritos policiais requisitados pelo Naco fossem conduzidos por delegado que também integra a equipe.

“Essa aproximação com a Polícia Civil permitiu ao Ministério Público um acompanhamento mais de perto das investigações e as perspectivas são de que, muito em breve, as investigações que estão em andamento sejam finalizadas”, afirmou.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval Aravechia de Resende também enalteceu a importância da parceria. “O pensamento institucional é importante, mas o interesse público está acima de tudo. Esse é um exemplo do quanto é relevante a união de forças”, disse.

Conforme o procurador-geral de Justiça, o trabalho que está sendo realizado pelo Naco Criminal é discreto e os resultados são positivos. “Não temos a preocupação de ficar aparecendo, precisamos sim buscar resultados concretos, pois é isso que a sociedade espera de nós. O Naco Criminal atua em investigações complexas que exigem estrutura física, de pessoal e tecnológica para atendimento às demandas. É isso que temos proporcionado”, afirmou.

A subprocuradora-geral de Justiça Administrativa, Eunice Helena Rodrigues de Barros destacou que a instituição tem promovido melhorias na estrutura da Procuradoria-Geral de Justiça voltadas para o atendimento ao público externo e também para melhorar as condições de trabalho e a qualidade de vida dos servidores que atuam na instituição.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet