Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 24 de Outubro de 2020

1 1
:
3 7
:
4 8

Últimas Noticias

Notícias / Judiciário

29 Set 2020 - 17:50

MPE aponta irregularidades e pede impugnação de candidatura de Euclides Ribeiro

gazeta digital

Reprodução:

 (Crédito: Reprodução:)
O Ministério Público Eleitoral (MPE), por meio do procurador regional eleitoral Erich Raphael Masson, apontou irregularidades na coligação "Avança Mato Grosso" e pediu para que a candidatura de Euclides Ribeiro (Avante) seja negada. O documento foi encaminhado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), na segunda-feira (28).

Na ação de impugnação à candidatura, o MPE apontou que a coligação seria integrada pelos partidos PDT, PROS, Rede, Avante e PSB. Contudo, em documentos oficiais apresentados, haveria desencontros entre as parcerias firmadas por cada legenda.

Além disso, o órgão regulador também apontou que apenas o nome de Euclides Ribeiro apareceria como candidato ao Senado nas atas apresentadas pelos partidos, sendo desconhecidos os nomes dos suplentes Francileide Fontinelle Passos e Ernando Cardoso.

Informações apresentadas pelos partidos e destacadas pelo MPE apontam que as legendas teriam coligado oficialmente de maneira destoante da forma apresentada pela coligação, a saber:

'AVANTE - aprovou coligação apenas com o PROS (sem menção ao PDT, REDE e PSB), embora tenha delegado poderes à Comissão Executiva para outras coligações;

PDT - aprovou coligação apenas com AVANTE e PROS (sem menção ao REDE e PSB), porém delegou poderes para deliberar sobre outras coligações à executiva municipal;

PROS - aprovou coligação apenas com o AVANTE (sem menção ao PDT, REDE e PSB), além disso, os convencionais não realizaram nenhuma espécie de delegação de poderes;

PSB - aprovou coligação com AVANTE, PROS e PDT (sem menção ao REDE) e delegou poderes à executiva estadual;

REDE aprovou coligação com AVANTE, PROS e PDT (sem menção ao PSB), mas delegou poderes à executiva estadual.'

Diante dos apontamentos, o Ministério Público encaminhou pedido de indeferimento do registro da coligação e consequente negativa à candidatura de Euclides Ribeiro.

Por meio de nota, a coligação afirmou que é composta por cinco partidos e que o registro dos candidatos está disponível em todas as atas.

'A coligação Avança Mato Grosso que reúne os partidos PDT, Pros, PSB, Rede e Avante informa que todas as atas de registro dos candidatos da chapa estão legais e dentro do que prevê seus estatutos e suas convenções partidárias', apontou.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet