Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 20 de Outubro de 2020

0 5
:
3 7
:
5 8

Últimas Noticias

Notícias / Eleições 2020

7 Out 2020 - 10:30

Julier critica administração Emanuel e promete trazer "jeito PT" de governar

RDnews

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
Candidato à Prefeitura de Cuiabá pela segunda vez, Julier Sebastião (PT) criticou o que chama de "caos na administração" do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), disse que vai trazer o jeito PT de governar, olhando para aqueles que mais precisam. Nesse sentido, fala em instituir o programa Bolsa Família Cuiabana e até recriar a Sanecap (extinta após concessão para a iniciativa privada).

Para Julier, os quatro anos da Gestão Emanuel foram marcados pelo “completo improviso”, “desorganização” e “desvios éticos em todas as áreas”. Ele destaca que a gestão criou a Secretaria de 300 anos para uma festa que nunca aconteceu e critica a compra do serviço de drones para desinfecção de pontos públicos, como forma de prevenção ao coronavírus. O serviço foi suspenso por Emanuel por conta das críticas.

Segundo o petista, as prioridades do Alencastro não foram as UTIs para pacientes graves com Covid-19 e diz que, na área da saúde, não vai fazer como o Emanuel fez de inaugurar o hospitais, como o HMC, por etapas. “Nós queremos inaugurar 15 PSFs, 15 UPAs, não precisa ser 15 vezes o mesmo pronto-socorro, que na hora da pandemia não serviu para nada”.

Em 2016, ainda pelo PDT, Julier também concorreu a Prefeitura da Capital, ficando em quarto lugar. Sobre a mudança de sigla, explica que sua antiga legenda ainda é vinculada ao governo do Partido da Frente Liberal, o extinto PFL, atual DEM - partido do governador Mauro Mendes, por exemplo. "Então, é bem complicado você colocar propostas para os mais pobres e os mais vulneráveis no centro do debate com um partido que integra esse governo terrível, que é o estadual", pontua.Indagado se o PT em Mato Grosso teve dificuldade para coligar com as demais siglas, o ex-juiz desconversou e falou da proibição da coligação de chapas proporcionais para vereadores, conforme mudança na legislação eleitoral.

Questionado também se a divisão dos partidos de esquerda poderiam favorecer siglas de direita ou conservadoras, Julier responde que não vai "criticar, dentro do processo eleitoral, escolhas políticas de outros partidos".

Jeito PT de Governar

Julier disse que seu programa de governo coloca, no centro de debate, a perspectiva de uma Cuiabá mais justa socialmente. "A prefeitura precisa romper essa tradição de 301 anos de apenas trabalhar para aqueles que já tem muito. É o momento de nós cuidarmos daqueles que têm pouco. O presidente Lula provou isso no seu governo", disse.

Por isso, ele diz que vai trazer para a Capital "a experiência petista de cuidar daqueles que mais precisam". “A população sabe que o PT já fez e que o PT sabe fazer e é isso que nós vamos ter aqui em Cuiabá”, disse.

Inspirados em programas do ex-presidente, Julier promete criar o bolsa família cuibano, o ensino integral nas escolas municipais, tirar a concessão do transporte público e criar uma empresa para que o valor da passagem seja reduzido, além de recriar a Sanecap para retomar o serviço de saneamento, universalizar os serviços de água e também reduzir o valor da tarifa.

Apesar do antipestimo de parte do eleitorado, Julier acredita numa possível vitória, já que candidatos da sigla foram bem votados nas eleições de 2004 e 2012. Nestes dois anos, Alexandre César (PT) e Lúdio Cabral (PT) chegaram a ir para o segundo turno, enfrentando Wilson Santos (PSDB) e Mauro Mendes (que na época saiu pelo PSB), respectivamente. Ele acrescenta também que os cuiabanos ainda sentem o respaldo das políticas sociais criados pelo ex-presidente Lula.

"A recepção das nossas propostas têm sido muito mais calorosas. Então, nós temos a firme convicção de que a população de Cuiabá, que já tinha esse sentimento de respeito e admiração pelo Partido dos Trabalhadores vai ser representado na urna após a nossa campanha", disse.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet