Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quinta-feira 22 de Outubro de 2020

0 6
:
5 1
:
0 2

Últimas Noticias

Notícias / Política

15 Out 2020 - 10:00

Barranco se irrita com boato de recuo e ataca procurador Mauro: ‘Se aproveita para ficar na mídia’

Carlos Gustavo Dorileo / Do Local - Max Aguiar

Reprodução:

 (Crédito: Reprodução:)
O deputado estadual e candidato ao Senado Valdir Barranco (PT) se irritou com um boato de que ele poderia recuar de sua candidatura para apoiar o projeto do procurador Mauro (Psol) com o objetivo de unificar a esquerda no Estado. De acordo com o parlamentar é impossível ter diálogo com o cantor de lambadão, por ele só pensar em si próprio e por defender apenas bandeiras de direita, mesmo comandando um partido  que nacionalmente é contrário à pautas conservadoras.“Isso é absolutamente fake. Primeiro que o procurador Mauro é candidato majoritário desde 1963. Todas as eleições majoritárias ele sempre esteve candidato, nunca aceitou dialogar com ninguém. Em outras eleições já tentamos dialogar com ele, que sequer nos atendeu. Ele é um candidato que se aproveita deste momento para ficar na mídia”, disparou o petista, afirmando que nem as lideranças do Psol no país sabem quem é o candidato ao Senado em Mato Grosso.
 
“Nunca houve diálogo, o procurador Mauro nunca conversa com ninguém. Eu nem o conheço. Ele é isolado, está no Psol, mas nem as lideranças nacionais do partido conhece ele, e ele tem uma bandeira de direita. A maioria das bandeiras que ele defende são conservadoras e é contra aquilo que defendemos. Então não há a menor possibilidade disso acontecer. A sociedade nem sabe o partido dele. Sempre é o procurador Mauro, então não tem como haver diálogo de esquerda onde não existe esquerda ”, explicou.
 
O petista, por fim, declarou que sua candidatura está só começando e que irá crescer muito, com o envolvimento do ex-presidente da República Luís Inácio Lula da Silva (PT), com quem está agendando uma live.
 
“O presidente está no grupo de risco, vai fazer 75 anos neste mês, está se cuidando e infelizmente não poderá vir para Cuiabá. Mas ele vai gravar esta semana para mim e vamos fazer uma live também”, afirmou.
 
O PT de Valdir Barranco, durante as convenções abriu diálogo com vários partidos de esquerda, como o PDT e PSB, mas conseguiu fechar apoio somente com o aliado histórico PCdoB, que indicou a ex-reitora da UFMT, Maria Lúcia Cavalli Neder como primeira suplente em sua chapa.
 
Já o Psol, que em Mato Grosso é comandado pelo procurador Mauro há mais de uma década, nunca coligou com nenhum partido em todas eleições que disputou.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet