Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 27 de Novembro de 2020

1 1
:
5 4
:
5 5

Últimas Noticias

Notícias / Política

23 Out 2020 - 10:10

TRE multa candidata por acusar vereador de ser pedófilo em Cuiabá

Vitória Marques Araújo de Souza citou que Chico 2000 estaria foragido quando, na verdade, já foi inocentado

DIEGO FREDERICI

Reprodução:

 (Crédito: Reprodução:)
O juiz da 1ª Zona Eleitoral, Geraldo Fernandes Fidelis Neto, multou a candidata a vereadora em Cuiabá, subtenente Vitória (Solidariedade), em R$ 7 mil por propaganda eleitoral ilegal publicada em suas redes sociais. A candidata veiculou um vídeo em sua página no Facebook acusando o vereador da Capital, Chico 2000 (PL), de “pedófilo”. A decisão é da última quarta-feira (21).

De acordo com informações da representação eleitoral, interposta por Chico 2000, a subtenente Vitória, “mentiu” ao dizer que o vereador abusava sexualmente de menores de idade. No ano de 2016, o parlamentar chegou a ser preso preventivamente acusado de violentar sua enteada de 11 anos de idade à época.

Porém, acabou sendo inocentado. “Esse é o vereador de Cuiabá, Chico 2000, sendo preso dia 06 de dezembro de 2016. Ele era procurado pela acusação de estupro de vulnerável, crime cometido contra a enteada, de apenas 11 anos. Em 2020, Chico é candidato novamente”, diz trecho do vídeo postado no Facebook, que já foi retirado do ar.

O juiz Geraldo Fernandes Fidelis Neto acatou os argumentos do vereador de Cuiabá e observou que o processo criminal que tramitou contra Chico 2000 concluiu que ele não abusou da enteada. “Exsurge que o representante foi absolvido na esfera criminal, de modo que, a informação veiculada pela representante, trata-se de imputação falsa direcionada ao representante. Logo, o ato praticado pela representada viola a honra do autor da Representação, havendo tipificação, no Código Penal, para tanto”, explicou o magistrado.

“[A representada] valeu-se de sua página pessoal no Facebook, para denegrir a imagem do representante, induzindo ao leitor à condenação pela prática do odioso crime de estupro de vulnerável, o que, conforme os documentos juntados aos autos, não ocorreu”, concluiu Geraldo Fernandes Fidelis.

Chico 2000 busca à reeleição como vereador de Cuiabá em 2020.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet