Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quarta-feira 25 de Novembro de 2020

1 3
:
2 1
:
3 9

Últimas Noticias

Notícias / Polícia

28 Out 2020 - 10:00

Alvos de operação, criminosos implantaram milícia armada com aval de facção

Wesley Santiago

Reprodução/Ilustração

 (Crédito: Reprodução/Ilustração)
O grupo alvo da 'Operação Medianeira', deflagrada na manhã desta quarta-feira pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva), com o objetivo de cumprir dez mandados de prisão e busca e apreensão,  para esclarecimento de um latrocínio contra o segurança João Batista da Silva, identificou que os alvos implantaram uma milícia armada na Grande Cuiabá, com o aval de uma facção criminosa.Durante as investigações foi identificado que os autores do crime fazem parte de uma organização criminosa armada voltada à prática de roubos de veículos e crimes correlatos com atuação em Cuiabá, Várzea Grande e outras cidades da região metropolitana.

O grupo criminoso, com aval de uma facção criminosa, também estaria envolvido na implantação  de uma milícia armada no loteamento João Baracat, em Várzea Grande, impondo regras com o emprego de violência e grave ameaça aos moradores da região.

Dez ordens judiciais, entre mandados de prisão e de busca e apreensão, são cumpridos nesta quarta-feira. A ação conta com apoio de equipes da Gerência de Operações Especiais (GOE), Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes e Delegacia Especializada do Adolescente de Cuiabá. 

O inquérito policial instaurado na Derrfva investiga as circunstâncias do roubo seguido de morte ocorrido no dia 24 de abril deste ano, na Rodovia dos Imigrantes, que vitimou João Batista da Silva. Até o momento, o caso foi o único latrocínio registrado na região metropolitana no ano de 2020. 

O caso

João Batista da Silva foi morto durante o roubo a uma mecânica, localizada no bairro Distrito Industrial, em Cuiabá, ao tentar fugir correndo dos ladrões e entrar em luta corporal com um deles.

O assalto ocorreu por volta das 21h30, quando cinco homens chegaram à oficina mecânica com o rosto coberto com camisetas amarradas. Rapidamente eles renderam um homem. 

O irmão da vítima se aproximou para saber o que estava acontecendo e também acabou sendo mantido em cárcere pelos criminosos. 

De longe, o segurança percebeu o crime e tentou correr. Porém, um dos suspeitos o alcançou e os dois entraram em luta corporal. Durante a briga, os criminoso atirou diversas vezes contra João, que acabou atingido.

O segurança ainda tentou sacar sua arma, mas sem sucesso. Ele foi encontrado caído do lado de fora da oficina.

Depois do crime, os bandidos fugiram sentido ao trevo da Polícia Rodoviária Estadual levando uma corrente, carteira, celular e um veículo Ônix.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet