Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 27 de Novembro de 2020

1 6
:
5 9
:
2 7

Últimas Noticias

Notícias / Política

31 Out 2020 - 12:00

Leitão diz que Fávaro esconde aliança com o PT e ocupa cargo de forma ilegítima

Isabela Mercuri

Rogério Florentino / Olhar Direto

 (Crédito: Rogério Florentino / Olhar Direto)
O ex-deputado federal e candidato ao Senado Nilson Leitão (PSDB) apontou diversas congruências entre o senador interino Carlos Fávaro (PSD), candidato à reeleição, e o Partido dos Trabalhadores. Segundo Leitão, Fávaro tenta esconder sua aliança com o partido, e, além disso, ocupa seu cargo “de forma ilegítima”.
Dentre os pontos apontados por Leitão está a amizade de Gilberto Kassab, fundador e presidente do PSD – partido de Fávaro – com o ex-presidente Lula e a ex-presidente Dilma Rousseff, ambos do PT. Kassab apoiou a campanha de Carlos Fávaro ao Senado em 2018 e continua a fazê-lo em 2020. Leitão ainda apontou o fato de Fávaro contratar o ex-ministro de Rousseff, José Eduardo Cardozo, para cassar o mandato de Selma Arruda (na época, do PSL).

Nilson aponta o que ajudou a construir sua carreira política, porém reconhece que Carlos Fávaro só tem um lado na política, o dele. “Para isso, ele faz qualquer tipo de coisa, ele se envolve com qualquer tipo de gente, ele abandona qualquer um para não se sacrificar. Para tentar pegar o cargo, vimos ele contratando um advogado petista a peso de ouro. O único que importa, para ele, é ele mesmo. Eu conheço Carlos Fávaro e a ética não faz parte de seu vocabulário”, ressaltou o tucano.

Outro ponto em comum com os petistas levantado por Leitão foi o fato de a esposa de Ivan Guimarães, Márcia Zampiron, ter sido encontrada trabalhando como assessora no gabinete de Carlos Fávaro. Ela tinha sido alvo da Polícia Federal na "Operação E$quema S", e seu marido, conhecido como “Ivan, O Terrível”, manteve amizade com José Dirceu, Delúbio Soares, Patrus Ananias e Waldomiro Diniz. Ele também foi presidente do Banco Popular no governo Lula e membro da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Para o tucano, a pandemia de coronavírus também foi um dos responsáveis pela sobrevida política de Fávaro no Senado. “O cargo de Senador é um cargo que ele ocupa de forma ilegítima”, concluiu Leitão.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet