Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 23 de Abril de 2021

1 0
:
2 3
:
1 1

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

3 Nov 2020 - 10:03 | Atualizado em 3 Nov 2020 - 10:09

Puxada pela demanda, soja sobe mais de 1% nesta 3ª feira na Bolsa de Chicago

Notícias Agrícolas

Repórter Agro: Tiago Seiffert

 (Crédito: Repórter Agro: Tiago Seiffert)
Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago voltam a subir nesta terça-feira (3), depois das baixas registradas na sessão anterior. Por volta de 7h55 (horário de Brasília), as cotações subiam enre 11 e 13 pontos nos principais vencimentos. Assim, o novembro tinha US$ 10,63 e o maio/21, US$ 10,55 por bushel. 

"Suporte da forte demanda de todos os lados. As compras agressivas de soja pela China nas últimas semanas, compra recorde de milho pelo México na semana passada e hoje licitações de compra de trigo mostram que ou o mercado está preocupado com a possibilidade de faltar produto em 2021 ou quer adiantar compras para não ter que comprar mais caro depois", explica Steve Cachia, consultor de mercado da Cerealpar e da TradeHelp. 

Ao lado da demanda intensa, o mercado ainda acompanha o clima incerto na América do Sul, sob influência do La Niña, o que intensifica a volatilidade e a especulação. 

Ao mesmo tempo tempo, atenção ainda à colheita nos EUA - que está na reta final - e ao mercado financeiro internacional, principalmente no dia em que se encerra o processo eleitoral nos EUA. Entre as demais commodities, o petróleo liderava as altas, com ganhos de mais de 3% no WTI na Bolsa de Nova York. 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet