Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quinta-feira 26 de Novembro de 2020

2 3
:
3 3
:
1 0

Últimas Noticias

Notícias / Geral

3 Nov 2020 - 12:00

Grupo familiar Camargo entra em recuperação judicial por dívidas de R$ 62 mi

Vinicius Mendes

Reprodução:

 (Crédito: Reprodução:)
Os produtores rurais Darci Camargo, Rosa Camargo, Ronivaldo Camargo e Darciano Camargo, respectivamente pais e filhos, que formam o Grupo Econômico Familiar Camargo, tiveram o processamento de seu pedido de recuperação judicial deferido pela 4ª Vara Cível de Rondonópolis (a 217 km de Cuiabá) no último dia 30 de outubro, com um passivo de R$ 62.889.473,46. O grupo começou a enfrentar dificuldades em decorrência da alta do dólar, da crise que o país está passando e também pelos efeitos da pandemia.A família de produtores está há mais de 30 anos em Mato Grosso desenvolvendo a agricultura seja no plantio da soja, milho e algodão, chegando a empregar mais de 50 trabalhadores direto.
 
De acordo com o grupo, com o passar dos anos e no intuito de aumentar a produção em sua fazenda, os produtores começar a pegar financiamentos para o plantio, para compra de implementos agrícolas, tratores, etc, sendo que durante mais de cinco anos conseguiram honrar com seus compromissos.
 
Conforme ressalta o advogado dos produtores, Marden Tortorelli, “os produtores vinham em crescimento, sempre honrando seus compromissos, porém com a oscilação do dolar nos últimos anos, somada a crise que se instalou em nosso país e para culminar a pandemia da Covid-19, não restava outra alternativa a não ser fazer a recuperação judicial para poder reestruturar a família e com isso ter novamente saúde financeira para no fim poder saldar todos seus débitos e compromissos”.Com o deferimento da recuperação judicial o Grupo Familiar Camargo, agora tem o período de 180 dias de blindagem contra cobranças e execuções e o prazo de 60 dias para apresentar um Plano para o pagamento do seu passivo.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet