Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 25 de Janeiro de 2022

0 5
:
4 0
:
3 8

Últimas Noticias

Notícias / Política

5 Out 2014 - 15:04

Polícia cumpre mandados e apreende 376 'tickets' para combustivel e crimes eleitorais são apurados

As ordens foram cumpridas na última sexta-feira (3)

Agência da Notícia com Redação

Reprodução

Município de Vila Rica (Crédito: Reprodução)

Município de Vila Rica

Um total de 376 tickets para troca por combustíveis foram apreendidos em Vila Rica (1.259 km a nordeste) em uma ação realizada pela Polícia Civil em cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça local. As ordens foram cumpridas na última sexta-feira (3).

De acordo com a Polícia Civil, durante as buscas foi apreendido um bloco contendo 50 vale combustível na residência de um dos integrantes do comitê de um candidato do DEM. Em continuidade às diligências, mais 227 requisições de abastecimento foram apreendidas no Auto Posto Vila Rica.

Ainda segundo a Polícia Civil, no último dia 30, em cumprimento a outro mandado de busca e apreensão, 99 vales combustível foram apreendidos na casa do presidente do diretório de Vila Rica do Partido Social Democrático (PSD).

Nas duas situações foram instaurados inquéritos policiais para apurar a ocorrência dos crimes eleitorais e comunicado à Justiça Eleitoral.

Participaram das diligências os investigadores de polícia Edenir Paulista, Neide Dalva, Flávio Ornellas, Dhiego Ribas e Augusto Magri, sob a coordenação do Delegado de Polícia de Vila Rica Gutemberg de Lucena Almeida.

A importância de R$ 90 mil foi apreendida na cidade de Colíder (650km ao Norte), após verificação de denúncia anônima, na sexta-feira (03). Uma servidora do Tribunal Regional Eleitoral registrou a denúncia informando que uma pessoa iria sacar quantia vultuosa de dinheiro em determinada agência bancária. Segundo o comunicante, o dinheiro seria utilizado para compra de votos.

Um oficial de justiça, designado pela Justiça Eleitoral, e uma equipe policial diligenciaram até o local denunciado e abordaram o funcionário de uma empresa, no momento em que este sacou R$ 90 mil. Na Delegacia, o suspeito afirmou que o dinheiro seria destinado para compra de ouro na cidade de Peixoto de Azevedo.

O delegado de Colíder, Fabiano Pitoscia, informou que não ficou comprado que o dinheiro seria usado para prática de crimes eleitorais. Segundo o delegado, empresário foi ouvido na Delegacia e apresentou extratos bancários e documentação de sua empresa com sede em Peixoto de Azevedo. Por cautela, o dinheiro foi depositado na conta da Justiça Eleitoral, até que se comprove a origem.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet