Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quinta-feira 21 de Janeiro de 2021

1 1
:
2 6
:
0 5

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Política

4 Dez 2020 - 17:30

Sindicalistas cobram RGA e não descartam greve geral na semana que vem

Carlos Gustavo Dorileo / Do Local - Max Aguiar

Rogério Florentino/OD

 (Crédito: Rogério Florentino/OD)
Representantes do Fórum Sindical encaminharam uma carta ao secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, ao secretário de Fazenda, Rogério Gallo, e ao secretário de Planejamento e Gestão, Basílio Bezerra, solicitando uma reunião até a próxima terça-feira (8) para tratar do pagamento da Revisão Geral Anual, a famosa RGA dos anos de 2017 a 2021.Os servidores também avisaram que se não forem atendidos, vão entrar em greve geral a partir de semana que vem.No documento encaminhado às três pastas, os servidores dizem que a classe está pressionando bastante os sindicalistas por respostas sobre o não pagamento da reposição desde o ano de 2018.
 
“O governo não pode falar em momento nenhum que não tem condições de pagar a RGA dos servidores públicos, porque já vai terminar o ano com R$ 20 bilhões no caixa. O Governo cresceu com a arrecadação neste tempo de pandemia e é um dos poucos estados do Brasil que não sofreu com arrecadação. Então o Estado tem que também ver a situação dos trabalhadores que está defasada em 17% no nosso pagamento”, disse o servidor Edmundo César Cícero Leite, presidente do Sindicato dos Profissionais da Área Instrumental do Governo (Simpaig-MT), que não descartou greve geral, no caso da classe não ser atendida.
 
“Estamos aqui democraticamente pedindo uma reunião para discutirmos esta situação, com o máximo de urgência possível. Se durante a semana que vem não tivermos nenhuma resposta, infelizmente já estou avisando que não temos outro mecanismo a não ser uma paralização generalizada no Estado de Mato Grosso. Estamos lutando por nossos direitos. Se eles são contra a greve, que pagam pelo nosso direito”, destacou.
 
O início do mês de novembro, o secretário de Fazenda Rogério Gallo declarou que a parcela fixada em 2017 e que não foi concedida em 2018 da RGA será paga no próximo ano.
 
Já sobre 2021, o secretário explicou que o Estado não poderá realizar o pagamento em função da Lei Complementar Federal n° 173, que impede os Estados e municípios de concederem o pagamento em decorrência da crise causada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).
 
Promessa de campanha de Mauro Mendes (DEM) em 2018, o pagamento da RGA vem sendo cobrado pelos servidores públicos desde a gestão do ex-governador Pedro Taques (SD).

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet