Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 23 de Abril de 2021

1 0
:
5 7
:
4 1

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Polícia

26 Dez 2020 - 08:29

Homem é preso após tentar enforcar esposa grávida e colocar fogo no carro deles em Água Boa

A mulher grávida de 5 meses, informou a polícia que o homem ainda quebrou vários móveis de sua residência.

Redação Agência da Notícia com Semana 7

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
 
Um Homem foi preso pela Polícia Militar na noite do último sábado (19) após tentar enfocar sua esposa grávida de 5 meses e colocar fogo no carro dos dois, em Água Boa.
 
De acordo com o boletim de ocorrência, o agressor estava bebendo com alguns amigos em sua residência e a mulher, por não fazer uso de bebida alcoólica, estava afastada mexendo no celular.
 
Em dado momento, o homem começou a se alterar, acreditando que a esposa estaria o traindo por mensagens e partiu para cima dela tentando enforcá-la.
 
Em seguida ele entrou para dentro da casa e começou a quebrar os móveis, jogando até mesmo uma panela de pressão cheia de feijão na sala. Após o surto o homem tentou sair com o carro do casal, mas foi impedido pela mulher. Indignado o homem ateou fogo no veículo.
 
O boletim de ocorrência foi confeccionado pela mulher que denunciou o marido pelas agressões.
 
Violência doméstica
 
Este é o segundo caso denunciado de violência doméstica contra mulheres grávidas no município de Água Boa, no mês de dezembro. O último ocorreu no dia 7.
 
Conforme a denúncia, a vítima de 31 anos sofreu agressões do seu companheiro após ele chegar em casa embriagado. Ele deu um tapa em seu rosto e pressionou seu braço. Ela está grávida de 7 meses.
 
A mulher ainda informou a guarnição que estava passando por uma gravidez com complicações. Após a denúncia ela foi encaminhada ao Hospital Regional Paulo Alemão.
 
O homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para as providências que o caso requer.
 
Feminicídios aumentam
 
Casos de feminicídio aumentaram 42% em Mato Grosso neste ano, em comparação com 2019. Os dados, da Secretaria de Segurança Pública (Sesp) de Mato Grosso, apontam que foram 54 casos entre janeiro e novembro deste ano. No mesmo período do ano passado foram 38.
 
Feminicídio é o assassinato de uma mulher cometido devido ao fato de ela ser mulher ou em decorrência da violência doméstica. Foi inserido no Código Penal como uma qualificação do crime de homicídio em 2015 e é considerado crime hediondo.
 
Grande parte dos casos foi registrada em Cuiabá, Rondonópolis, Peixoto de Azevedo, Pontes e Lacerda, Aripuanã, Alta Floresta, Lucas do Rio Verde, Querência e Sorriso. Cada um desses municípios registrou entre seis a três casos, tanto de feminicídios quanto homicídios de mulheres.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet