Imprimir

Imprimir Notícia

27 Mai 2021 - 15:01

MT vacinará trabalhadores de portos e aeroportos contra Covid

A Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) aprovou a Resolução nº 52 que estabelece a distribuição, o armazenamento e a aplicação das 96.860 doses de vacina contra a Covid-19, sendo 87.500 doses da AstraZeneca e 9.360 doses da Pfizer, recebidas na última quarta-feira (26.05).

O documento também pactua a distribuição de 75 doses da AstraZeneca e 48 doses da Pfizer, remanescentes do estoque estratégico do estado.

A logística de distribuição das doses aos municípios já teve início nesta quinta-feira (27.05). A CIB é composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-MT) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

A Resolução n° 52 definiu que as doses da AstraZeneca deverão contemplar a aplicação da primeira dose em pessoas com comorbidades e deficiência permanente, forças armadas, de segurança e salvamento, trabalhadores portuários e do transporte aéreo. A vacina Pfizer será destinada às pessoas com comorbidades ou deficiência permanente e gestantes ou puérperas. O detalhamento das vacinas por público-alvo pode ser acessado no documento em anexo.

Thank you for watching

As doses destinadas aos trabalhadores portuários e do transporte aéreo serão distribuídas assim que os órgãos responsáveis encaminharem a relação do quantitativo, dos municípios e das unidades que serão contemplados.

Devido ao quantitativo de doses recebidas da Pfizer, a descentralização da distribuição deste imunizante ocorrerá de forma gradual. As doses recebidas nesta remessa serão destinadas para Cuiabá, Várzea Grande e Sinop.

Considerando o recebimento anterior da vacina Pfizer, o colegiado também descontou o quantitativo de 8.002 doses, referente às Resoluções Ad Referendum nº 36 e nº 40, e o quantitativo de 1.003 doses referentes ao Anexo I, que o município de Cuiabá receberia da vacina AstraZeneca.

Ainda foram pactuados os descontos do quantitativo de 541 doses e 573 doses que os municípios de Várzea Grande e Sinop respectivamente receberiam da vacina AstraZeneca, considerando o recebimento da vacina Pfizer.

Para as vacinas Pfizer e AstraZeneca, o prazo para a aplicação da segunda dose é de até 12 semanas após a primeira dose.

Caso os municípios alcancem a completa vacinação dos públicos-alvo estabelecidos para a imunização, a CIB orienta a continuidade da imunização dos demais públicos elencados pelo Ministério da Saúde.

Após a distribuição dos imunizantes aos municípios, as vacinas deverão ser armazenadas conforme as condições estabelecidas pela fabricante e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com o apoio da segurança pública.

A aplicação das doses deve ser obrigatoriamente registrada pelos municípios no Sistema Nacional do Programa de Imunização (SI-PNI), do Ministério da Saúde. Até o momento, Mato Grosso já recebeu 1.306.850 doses de imunizantes contra a Covid-19.

Imprimir