Imprimir

Imprimir Notícia

8 Jun 2021 - 14:00

Por vacinas, EP se reúne com Bolsonaro

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), será recebido nesta terça-feira (8) em Brasília pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem pauta) para tratar do pedido de 670 mil vacinas para a capital mato-grossense que sediará 5 jogos da Copa América 2021.  

A agenda foi confirmada pelo Planalto e foi articulada pelo deputado federal Emanuelzinho (PTB) juntamente com o ministro-chefe da Casa Civil, General Ramos e a CBF (Confederação Brasileira de Futebol).  Emanuel Pinheiro deverá solicitar uma compensação de imunizantes por conta da realização dos jogos na capital. O prefeito também apresentará ao presidente a 1ª escola militarizada do Estado de Mato Grosso.  O encontro também contará com a presença da ministra-chefe da secretária de governo da Presidência da República, Fávia Arruda.

Emanuel garante que, caso consiga mais imunizantes para a capital, conseguirá vacinar toda a população adulta cuiabana em até 3 semanas.  

Thank you for watching

No encontro, Emanuel e Bolsonaro também deverão falar sobre a conjuntura local, já que Bolsonaro já vem articulando o seu projeto de reeleição para 2022.  Nos bastidores, a informação é que Bolsonaro pretende definir a sua filiação partidária ainda neste ano, e pretende levar consigo vários prefeitos, deputados, senadores e governadores em busca de fortalecer a futura legenda e inflar o seu palanque eleitoral do ano que vem.  

A Arena Pantanal receberá 5 jogos das seleções da Argentina, Uruguai, Chile, Equador e Bolívia, entre os dias 13 e 28 deste mês. A vinda dos jogos teve a articulação do governador Mauro Mendes (DEM), que defende a realizações dos jogos no Estado.   

O Centro de Treinamento do Cuiabá Futebol Clube e estádio Dito Souza, em Várzea Grande, serão os locais de treinamento para as seleções. O estário Dutrinha em Cuiabá, também poderá ser usado com centro de treinamento para as seleções. Porém, aguarda a sua inauguração. 

O prefeito de Cuiabá se posicionou contra a realizações dos jogos. Porém, solicitou à bancada federal que cobre do Ministério da Saúde, que as cidades sedes recebam uma maior quantidade de vacinas para imunizar a população. 

Imprimir