Imprimir

Imprimir Notícia

17 Set 2021 - 10:39

Como está o milho no Brasil?

No estado do Rio Grande do Sul a Emater destaca plantio de milho avançado em regionais como Bajé, de acordo com informações que foram divulgadas pela TF Agroeconômica. “Ao contrário do que se pensava, nem todas as regionais terão aumento de área no cereal, e em Santa Rosa a escolha dos produtores deve ser por outro grão, onde agricultores justificam a redução devido aos fatores de bom retorno da soja, quando comparado ao alto custo da lavoura de milho. Em várias regionais, já foi constatada a presença da cigarrinha, onde houve controle químico da praga”, comenta. 

Em Santa Catarina foi implantado um campo experimental para pesquisa de cereais de inverno, onde 22 cultivares de trigo, 5 de triticale e 3 de centeio estão sendo avaliadas quando à sua performance a campo. “Sistematicamente, compradores têm recusado lotes no estado, à medida que se abastecem de milhos importados e vindos de outro estados, como Mato Grosso do Sul. Em um lote pontual, 400 toneladas foram vistas negociadas no oeste a R$ 94,00. Ademais, apareceram ofertas de milho a R$ 97,00 para a venda, mas compradores indicando, em sua grande maioria, até R$ 93,50 pela saca”, completa. 

Apesar das baixas, nada abala o produtor do Paraná, que continua pedido R$ 100,00 pela saca. “Se, por um lado, os danos que as lavouras sofreram fizeram com que estas produzissem 50% a menos do que na temporada passada, por outro, os ganhos na soja  e  no  trigo  ajudam  a  capitalizar  o  produtor paranaense, que ainda apostas no R$ 100,00 por sua saca de milho e não abre mão disso”, indica. 

O Mato Grosso do Sul registra negócios entre pequenas vendas e mercado mantém indicações. “Em  um  destes  relatos,  viu-se  um  pequeno  lote  em Naviraí ser negociado a R$ 85,50, FOB na fazenda. Em outro, 300 toneladas saíram em Aquidauana ao preço de R$ 84,50. Nas indicações, permanecem as ideias de ontem:  R$  85,00  em  Dourados  e  Campo  Grande;  R$ 84,00 em Maracaju; R$ 83,00 em Sidrolândia e R$ 82,00 em São Gabriel e Chapadão”, conclui. 

Imprimir