Imprimir

Imprimir Notícia

15 Out 2021 - 09:17

Boi gordo: pressão de baixa perdura

Com o escoamento lento no mercado doméstico e sem a reabertura das exportações para a China, a pressão de baixa segue assolando o mercado do boi gordo. Em São Paulo, na última quinta-feira (14/10), a cotação do boi gordo caiu R$5,00/@ no comparativo diário, enquanto os preços da vaca e novilha gordas ficaram estáveis. Dessa forma, segundo levantamento da Scot Consultoria, o boi gordo foi negociado por R$272,00/@, preço bruto e a prazo.

Em Paragominas-PA, cenário semelhante. Houve retração de R$5,00/@ para o boi gordo e R$6,00/@ para as fêmeas no comparativo diário. Na região, o boi gordo ficou cotado em R$271,00/@, e vaca e novilha gordas em R$262,00/@, preços brutos e a prazo. No Rio de Janeiro, com o enfoque no mercado doméstico, e demanda frouxa, a cotação do boi gordo recuou R$3,00/@, ou 1,0%, no comparativo dia a dia, negociado a R$287,00/@, preço bruto e a prazo. Vaca e novilha gordas permaneceram estáveis.

Imprimir