Imprimir

Imprimir Notícia

20 Out 2021 - 10:45

PMs são presos suspeito de assassinar empresário no interior

Dois policiais militares foram presos nesta quarta-feira (20) suspeitos de terem envolvimento no assassinato do empresário Gilberto de Oliveira Couto, de 46 anos, morto a tiros no final de maio em Guarantã do Norte (a 715 quilômetros de Cuiabá).

 

A Polícia Civil já havia prendido a ex-esposa do empresário, o atual namorado dela e o filho da vítima, como mandantes do homicídio. O mandado de prisão temporária foi deferido pela Justiça no dia 28 de maio.

 

Os militares detidos são de Sinop e são investigados como executores do assassinato. Segundo as investigações, o crime foi motivado por questões patrimoniais, relacionadas à divisão de bens de herança.

 

Gilberto foi morto no dia 25 de maio, em frente a sua residência no Bairro Jardim Vitória. Ele foi atingido por quatro disparos nas costas e cabeça.

Assim que foi acionada, a Polícia Civil iniciou as diligências, comandadas pelo delegado Victor Hugo Caetano de Freitas, para apurar o homicídio e identificar os envolvidos no crime.

 

Durante as investigações, várias testemunhas foram ouvidas e todas apresentaram as mesmas versões, identificando os suspeitos como mandantes do crime.

Imprimir