Imprimir

Imprimir Notícia

25 Out 2021 - 08:48

B3 busca equilíbrio, mas encerra semana com oscilações

Em busca do equilíbrio, a semana do milho na B3 termina sem grandes oscilações, de acordo com informações que foram divulgadas pela TF Agroeconômica. “O pouco volume de negócios e o fato de muitos compradores já se encontrarem abastecidos para seus volumes fez com que o mercado futuro do milho em São Paulo oscilasse pouco nesta semana”, comenta. 

“Se,  por  um lado, o dólar ganha força com notícias relacionadas aos problemas  da  economia,  por  outro  lado,  os  grandes consumidores  estão  abastecidos  com  a  chegada  das importações  e  as  negociações  do  mercado  físico encontram-se praticamente paradas.

 Os  valores  de  fechamento  de  hoje  na  bolsa  de mercadorias  começam  a  se  aproximar  das  indicações de  tradings  nos  portos,  que  se  encontram  hoje  entre R$ 84,00 até R$ 87,00 em vencimentos de curto prazo”, completa. 
Chicago tem expectativa de aumento do uso de etanol nos Estados Unidos impulsionou as cotações. “Os preços do milho trabalharam principalmente em alta durante a semana, com fraqueza na terça e  quinta-feira para limitar o movimento geral. Os ganhos de 3 a 5 de 3/4  centavos  desta  sexta-feira  deixaram  a  cotação  de dezembro  12  1/4  centavos  mais  altos  em  relação  à abertura da semana.

O preço médio à vista do óleo de milho  do  USDA  durante  a  semana  que  terminou  em 22/10  varia  de  62,92  centavos  /  lb  no  NE  a  63,75 centavos  no  BCE,  contra  61-61,75  centavos  LW.  Os preços do DDGS ficaram firmes em US $ 4 / t mais altos na semana, com os preços do PNW agora em US $ 258 / t FOB”, conclui. 

Imprimir