Imprimir

Imprimir Notícia

4 Jan 2022 - 10:43

O prefeito de Rondonópolis sai em defesa obrigatoriedade da apresentação da comprovação da vacinação

O prefeito de Rondonópolis José Carlos do Pátio (SD), o Zé do Pátio, saiu em defesa obrigatoriedade da apresentação da comprovação da vacinação da Covid-19, o chamado passaporte sanitário, em ambientes comerciais no Estado.

No município, a apresentação do documento é obrigatória para ingressar em ambientes comerciais, como supermercados e lojas. 

“Colocamos a vigilância sanitária em frente às lojas. As pessoas precisam cuidar da vida. Alguns prefeitos da Região Sul me agradeceram. É que muitas pessoas vão comprar em Rondonópolis. E agora, com esse endurecimento das medidas, aumentou a vacinação não só em Rondonópolis como nas cidades do interior”, afirmou Pátio.

Segundo Pátio, assim como a carteira de identidade, o passaporte é apenas mais um documento que deve ser levado junto ao cidadão.

“Você carrega todo dia a sua carteira de identidade, não carrega? É só carregar o passaporte da vacina provando que tomou a vacina. É carregar mais um documento”, disse.

Discussão no Legislativo

Um projeto de lei que tramita na Assembleia Legislativa de Mato Grosso tenta proibir a exigência do documento para ingresso comércios, igrejas e templos no Estado. 

Em meio a polêmicas, a discussão foi adiada e deve entrar em pauta na primeira sessão de janeiro de 2022.

Para Pátio, a prerrogativa para o assunto é dos prefeitos dos municípios, e não do Legislativo.

“Essa questão tem que deixar para o gestor, analisando a gravidade da doença no município”, defendeu.

Imprimir