Imprimir

Imprimir Notícia

8 Mai 2014 - 10:30

Solidariedade fará encontro e pode definir apoio a Taques

 O Solidariedade (SDD) fará um encontro estadual no próximo sábado (10) com os vereadores e presidentes dos diretórios municipais da sigla para debater a posição do partido nas eleições deste ano. A tendência é que seja definido o apoio à pré-candidatura do senador Pedro Taques (PDT) ao Governo do Estado.

“Vamos propor tirar uma definição nesse encontro. Estamos bem alinhados com o Pedro Taques, seria bom para o Solidariedade ir com ele e eu defendo essa aliança. Mas a plenária é que tem que decidir”, disse o presidente regional da sigla, o deputado estadual Daltinho de Freitas.
A sigla não deve ter participação na chapa majoritária que será encabeçada por Taques, mas apenas uma composição nas chapas proporcionais. A intenção é eleger três deputados estaduais e um deputado federal.

Atualmente, Taques tem a seu lado o PDT, PSB, PV, PPS, PSDB e DEM, e luta para trazer, além do SDD, o PTB e o PR.

Em Mato Grosso, o Solidariedade foi criado como uma dissidência do PMDB. Em crise com o partido e prestes a ser expulso, Daltinho juntou outros correligionários insatisfeitos e montou o partido.

Desde o começo ele sinalizou na direção de Taques, e na oposição ao atual governo, comandando pelo PMDB, com o governador Silval Barbosa (PMDB). Em nível nacional, o SDD também é oposição ao Governo de Dilma Rouseff (PT).

Imprimir