Imprimir

Imprimir Notícia

14 Mai 2014 - 08:25

Polícia Fazendária interrompe pregão na SAD e leva documentos

 Delegados e agentes da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Administração Pública (Defaz) promoveram na tarde de ontem um tremendo "corre corre" na sede da secretaria de Administração de Mato Grosso. É que os agentes de segurança foram à SAD colher cópias de documentos do pregão presencial 033/2014 e também das empresas que estavam participando do certame.

O certame, estimado em cerca de R$ 7 milhões, selecionaria empresas para o o fornecimento de "gêneros alimentícios, materiais de utensílios domésticos de copa e cozinha, alimentação oral, além de produtos estocáveis" para orgãos estaduais.

A presença dos delegados e agentes causam pânico entre servidores da pasta.

O delegado fazendário Roger Elizando Jarbas confirmou que a equipe da Defaz esteve na SAD para acompanhar o pregão milionário. Ele negou informações que dariam conta que a medida teria sido tomada diante de denúncias de fraudes que poderiam vir a acontecer no certame.

Segundo ele, a partir de agora, a delegacia vai acompanhar atentamente as licitações que vem sendo efetuadas pela pasta.

"Vamos estar mais presente nas secretarias e o que aconteceu ontem foi um procedimento de praxe. A partir de agora, iremos solicitar documentos de licitações aleatórias e por amostragem para que façamos a prevenção de situações em que a sociedade possa ser lesada com conivência de agentes públicos", comentou o delegado.

Imprimir