Imprimir

Imprimir Notícia

20 Dez 2016 - 14:00

Bancos, Petrobras e Vale sustentam tom positivo do Ibovespa

 O principal índice da bolsa paulista opera em alta nesta terça-feira (20), após cair mais de 2% na véspera e fechar no menor patamar em três meses, tendo as ações de bancos privados e da Petrobras entre os principais destaques positivos.

Às 11h10, o Ibovespa, principal índice da Bolsa de São Paulo, subia 0,91%, a 57.628 pontos.

As ações da Vale subiam quase 2%, apesar de nova queda nos preços do minério de ferro na China. As ações da mineradora recuperam parte das perdas da véspera, quando caíram mais de 6%.

As ações da Petrobras, mais de 1%, em sessão de ganhos nos preços do petróleo no exterior. No mercado doméstico, atenção para o anúncio de que a estatal iniciou a produção de petróleo e gás natural no campo de Lapa, o terceiro a entrar em operação no pré-sal da Bacia de Santos.

Os papéis do Itaú Unibanco subiam mais de 2%, amparando os ganhos do Ibovespa devido ao peso em sua composição. Bradesco tinha valorização de mais de 2%.

Cenário local

Com a proximidade do fim do ano e relativa tranquilidade no noticiário corporativo, investidores aproveitam para ajustar suas carteiras, embora sigam atentos à cena políticam, segundo a Reuters.

"O fim de ano de fato chegou e já torna o volume reduzido nas principais bolsas, não sendo diferente por aqui, onde fluxos pontuais acabam por trazer volatilidade pontual", escreveram analistas da H.Commcor em nota a clientes.

Segundo operadores, o cenário político segue no radar e ainda inspira cautela, assim como a expectativa por novas delações no âmbito da Lava Jato e seus impactos no governo.

Véspera

Na véspera, o Ibovespa caiu 2,19%, aos 57.110 pontos, pressionado por Itaú Unibanco e Vale, em dia marcado pelo vencimento de ações no mercado futuro (opções) e com operadores adotando cautela com a proximidade do fim do ano.

No mês de dezembro até segunda-feira, o índice paulista perdeu 7,7%. No ano, contudo, acumulou valorização de 31,7%.

Imprimir