Imprimir

Imprimir Notícia

1 Abr 2014 - 10:19

Presidente da Câmara de Querência é afastado pela Justiça

 O presidente da Câmara Municipal de Querência, João César da Silva Rodrigues foi afastado por decisão do juiz Maurício Alexandre Ribeiro por um prazo de 180 dias sob a acusação de ter exigido a doação de 10 lotes para facilitar a aprovação de projeto de lei referente à construção do loteamento Jardim Bela Vista.

A Justiça acolheu pedido cautelar efetuado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso através do promotor de Justiça substituto José Vicente Gonçalves de Souza. O promotor quer que ele fique afastado até que as investigações terminem para que ele não possa comprometer o andamento do processo.
João César também terá que manter distancia e evitar qualquer contato virtual ou físico, com cinco pessoas envolvidas no caso. “Os elementos de prova coletados até agora evidenciam a prática, no mínimo, do delito de corrupção passiva, o que efetivamente inviabiliza o exercício de qualquer cargo público pelo investigado”, ressaltou.

A denuncia foi feita por 7 vereadores.

Imprimir