Imprimir

Imprimir Notícia

2 Abr 2014 - 11:24

Enfim, Arena Pantanal está pronta para festa inaugural; saiba tudo sobre o novo estádio

Com um atraso de 1 ano e três meses - o primeiro cronograma previa entrega para dezembro de 2012 -, a Arena Pantanal enfim será inaugurada, faltando pouco mais de dois meses para a abertura da Copa do Mundo. Sem cerimônias, sem discursos e sem a presença da presidente Dilma Rousseff, que prometeu voltar para a inauguração oficial, marcada para o dia 26 deste mês com o jogo Luverdense x Vasco, a bola rola pela primeira vez no estádio de Cuiabá para o Mundial 2014, com uma festa aquém do esperado. O Santos, adversário do Mixto no jogo desta noite, válido pela Copa do Brasil, veio com sua equipe reserva. Não foi esse o espetáculo que o Governo do Estado prometeu - há um ano, o governador Silval Barbosa havia anunciado amistoso da Seleção Brasileira -, mas o belo gramado e a boa iluminação ajudarão no brilho da inauguração, a partir das 21 horas.

Com sua obra iniciada em abril de 2010, a Arena Pantanal, foi, no primeiro ano da obra, a arena mais adiantada entre as 12 sedes do Mundial 2014. O projeto premiado e elogiado em revistas internacionais serviu de referência e inspiração para outras edificações sustentáveis. Cuiabá estava na vanguarda com uma construção orçada, até então em R$ 320 milhões. A obra iria se encarecer nos anos seguintes, até chegar à cifra de R$ 560 milhões, incluindo instalação dos serviços de TI (iluminação, som, telões, tecnologia de transmissão e cabeamentos) e instalação das cadeiras.Considerando o valor que ainda será gasto com a estrutura provisória exigida pela Fifa, esse valor chega a R$ 603 milhões.

Nesse período de quase quatro anos de construção, a obra da Arena Pantanal enfrentou várias intempéries que foram gerando sucessivos atrasos, incluindo a falência da construtora Santa Bárbara, que era a líder do consórcio (Santa Bárbara/Mendes Júnior), a detecção de lençóis freáticos problemáticos no solo do campo e ainda a falta de mão de obra qualificada. A construção não deslanchou enquanto o número de operários não subiu de 700 para 1.500 nos últimos 10 meses.

Pelo menos duas polêmicas causaram furor internacional em 2013 e colocaram a Arena sob suspeita. No dia 25 de outubro, um incêndio que depois se descobriu ser criminoso - no entanto até hoje não esclarecido - queimou placas de isopor no subsolo do estádio fazendo as chamas debelarem por 15 minutos. A repercussão internacional foi muito negativa depois de matéria veiculada pela Reuters apontou uma 'suspeita de que a estrutura da Arena havia sido afetada'. A Secopa encaminhou relatório atualizado para a Fifa que deu seu aval para a obra e colocou uma pá de cal na polêmica.

Outra polêmica envolveu a licitação das cadeiras com suspeita de superfaturamento de quase 250%. Por determinação do Ministério Público Estadual, a Secopa cancelou a licitação vencida pela Kango Brasil e promoveu outro certame que viria a ter empresa vencedora considerada 'irregular'. No final do ano, o Governo acabou ajuizando contrato com a mesma Kangoo, obtendo um 'desconto' de quase R$ 3 milhões pela proposta vencida na primeira licitação (19,5 milhões para instalar 44,5 mil cadeiras). O resultado do celeuma foi o atraso na obra. O estádio ficou pronto e até hoje as cadeiras estão sendo instaladas.

Por inúmeras vezes, a Arena Pantanal recebeu a visita de técnicos do COL (Comitê Organizador Local) e da Fifa que não escondiam preocupação com a obra. Houve reclamações a respeito da grama. Junto com a Arena Pantanal, também tiravam o sono do COL outras obras de estádios que estavam atrasadas como a Arena Corinthians, Arenda das Dunas (Natal), Arena Amazônia (Manaus), Arena da Baixada (Curitiba) e Beira-Rio (Porto Alegre),

Nesta terça-feira, ao visitar o local, os ex-jogadores Zinho (auxiliar técnico do Palmeiras) e Belletti, rasgaram elogios ao estádio de Cuiabá para a Copa: "fantástico, espetacular, impressionante", disse Zinho. Já Belletti se afirmou encantado com o estádio e fez uma comparação com o estádio inglês Wembley. "É isso que está parecendo. Está perfeito", assinalou.

Com cara de estádio europeu e muito elogiada por revistas internacionais, a Arena Pantanal coloca Cuiabá na rota dos super estádios, embora o futebol local não tenha tradição. A inauguração oficial está prevista para o dia 26 deste mês com o jogo Luverdense x Vasco, pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Nessa data, deve ocorrer uma festa com todas as pompas, à altura de um estádio de Copa do Mundo. Depois disso, o estádio pode ser palco de um jogo envolvendo Corinthians e um time local. Finalmente no dia 13 de maio, a Arena será entregue à Fifa que passa a formalizar os preparativos para o Mundial 2014.

Retoques finais - Na noite de ontem, uma equipe trabalhava na montagem das cadeiras estofadas do setor Oeste, as últimas a serem instaladas. De acordo com a assessoria de imprensa da Secopa, todos os preparativos já estão concluídos. "Não faltará praticamente nada para fazer nesta quarta-feira", informou a assessoria, assegurando que "até a noite desta terça-feira, tudo corria muito bem, sem qualquer imprevisto. Está tudo bem, e não haverá stress com relação à Arena".

Festa - O secretário Extraordinário da Copa, Maurício Guimarães, afirmou que o governo prepara uma grande festa para marcar a inauguração da Arena Pantanal, nesta quarta-feira. Segundo ele, o torcedor que comprou o ingresso para a partida ficará maravilhado com o novo estádio: “Convidamos a todos que compareçam ao evento, será algo importante para a população e para nós cuiabanos”.

Se por um lado a Arena pelo lado de dentro agrada, por outro lado, o entorno, ainda em obras, vai decepcionar os 20 mil torcedores que comparecerão para assistir ao jogo Mixto x Santos na noite desta quarta-feira. As imediações da Arena ainda parecem um canteiro de obras e algumas ruas, em péssimas condições, estão intransitáveis.

Confira abaixo a ficha técnica e nos números da Arena Pantanal

Ficha técnica da Arena Pantanal

Início do projeto: 2009
Início das obras: Abril de 2010
Conclusão prevista: abril de 2014 (último cronograma)
Terreno: 307 mil m2
Construção: 101 mil m2
Demolição: 58,5 mil m2
Custo inicial da obra: R$ 420 milhões (Custo total incluindo TI e cadeiras: R$ 530 milhões)
Construção: Mendes Júnior (SP)
Projeto de arquitetura: GCP Arquitetos
Aquitetura esportiva: Grupo Stadia
Equipe de projeto: Sérgio Coelho (autor); Adriana Oliveira e Maurício Reverendo (coautores); Danilo Carvalho (coautor, Grupo Stadia, arquitetura esportiva); Alessandra Araújo (coordenação geral/ sustentabilidade)
Estrutura metálica e arquibancadas e cobertura desmontáveis: Sinclair Knight Merz; Ponto de Apoio
Estudo de fluxo de espectadores: Steer Davies Gleave
Projeto de instalações: MHA Engenharia
Projeto de concreto e fundações: EGT
Certificação Leed: CTE
Paisagismo: KM Kaiser
Luminotécnica: Acenda
Comunicação Visual: Kojima

NÚMEROS DA ARENA PANTANAL

Capacidade de público total:........................44.200 lugares
Pagantes:.........................................................40.815 pessoas
Número de camarotes e capacidade: ...... ...104 pessoas
Capacidade total dos camarotes: ..................1.644 lugares
Público Geral:
Arquibancada Norte:......................................8.791 lugares
Arquibancada Sul: :.......................................8.791 lugares
Arquibancada Leste:....................................12.172 lugares
Arquibancada Oeste:.....................................9.220 lugares
Arquibancadas Subtotal:............................. 38.974 lugares
• Número Total de Sanitários para o Público geral:
Arquibancada Inferior (niv 10):........................24 sanit. com 14 posições cada.
Arquibancada Superior (niv 40):.................... 36 sanit.
Número de Escadas:....................................20 escadas
Número de Elevadores:.................................12 elevadores
• Áreas das recepções (Vip/Vvip e Imprensa):
Recepção Vip e Vvip:...................................403m2
Recepção Imprensa:....................................261m2
Área dos lounges VIP e VVIP:
Lounges VIP:............................................1.046m2
Lounge Vvip:................................................173m2
Assentos Vvip:.............................................108 posições
Assentos VIP: .............................................735 posições
• Numero de lugares na tribuna de imprensa:
Imprensa em mesa.....................................768 posições
Imprensa em cadeira:..................................654 posições
Numero de vagas:
Estacionamento Coberto (subsolo Arena):
Carros:......................................................368 vagas
Ônibus:.......................................................03 vagas
Motocicletas:...............................................29 vagas
Estacionamento Descoberto (no Terreno da Arena):
Carros:....................................................2.431 vagas

• Números para Portadores de Necessidades Especiais (PNE)
Nível 10:
Arquibancada Leste
36 posições para PNE e 72 para acompanhantes
Arquibancada Oeste
26 posições para PNE e 52 para acompanhantes
Total: 62 posições para PNE e 124 para acompanhantes
Vagas:
Área externa: 69 vagas
Área interna ( nível 00): 6 vagas
Arquibancadas:
Nível 00 – 08 posições
Nível 10 – 24 posições
Nível 20 – 08 posições
Nível 30 – 16 posições
Restaurantes
Térreo com 2 posições e superior com 2 posições
Área externa ( parque): 6 posições
Total: 66 posições

Imprimir