Imprimir

Imprimir Notícia

22 Mai 2020 - 08:33

MPE instaura inquérito contra Pátio por suposto nepotismo

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou um inquérito civil contra o prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (SD), para apurar suposta prática de nepotismo no Município.
 
A investigação foi aberta na última terça-feira (19), pelo promotor de Justiça Wagner Antônio Camilo, da 2ª Promotoria de Justiça Cível de Rondonópolis.
 
Conforme o documento, o prefeito teria nomeado a servidora Renata Castilho Moreno para exercer um cargo comissionado de gerente de Departamento de Engenharia e Arquitetura, vinculado à Secretaria Municipal de Educação.
 
Ocorre que ela é esposa do secretário Municipal de Administração, Leandro Junqueira De Pádua Arduini, o que configuraria em nepotismo.
 
"Resolvo instaurar o respectivo inquérito civil para melhor investigar os fatos, os quais poderão levar à propositura de uma ação civil pública".

O secretário tem um salário bruto de pouco mais de R$ 14,6 mil.
 
Já Renata, conforme consta no Portal Transparência do Município, recebeu na folha do mês de abril, um salário bruto de R$ 5,1 mil.
 
Embora o procedimento tenha sido aberto agora, o nome da servidora consta no portal transparência desde fevereiro de 2017, tão logo teve início a administração de Pátio.
 
“Diante dos fatos, resolvo instaurar o respectivo inquérito civil para melhor investigar os fatos, os quais poderão levar à propositura de uma ação civil pública ou de responsabilidade por improbidade administrativa, ou à promoção de arquivamento dos autos”, determinou o promotor.
 

Imprimir