Imprimir

Imprimir Notícia

18 Set 2020 - 11:20

Presidente da AL revela que convenceu Mauro a apoiar França

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), revelou que atuou como “conselheiro” para que o governador Mauro Mendes (DEM) fechasse apoio à candidatura do apresentador Roberto França (Patriota) na disputa pela prefeitura de Cuiabá. O chefe do Executivo fazia questão de um nome de oposição ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), com quem trava a maior rivalidade política do Estado nos dias atuais. 

Nesta terça-feira (16), o DEM recuou de lançar o ex-deputado federal Fábio Garcia para apoiar Roberto França, indicando o vereador Marcelo Bussiki como vice na chapa. “E o que é melhor para nós? Nós estarmos com um candidato que nós estaremos andando, mas pode ser que não vamos conseguir chegar, ou estarmos com alguém que tem o perfil que o senhor quer, que é o perfil de seriedade, de boa administração, que tem amor por Cuiabá e pelo povo cuiabano?”, disse Botelho sobre a conversa com Mendes.Convencido de que era melhor apoiar uma candidatura de outro partido, Mauro Mendes conversou com Fábio Garcia e chegaram ao consenso do recuo. Com isso, o DEM homologou apoio à candidatura de França e indicou Bussiki como o candidato a vice.

Em discurso na convenção do Patriota, Botelho enfatizou que a candidatura de França vinha se posicionado bem nas pesquisas. Além disso, lembrou que o candidato caminhou junto com o grupo em eleições passadas. 

“Muito desapegado, o governador disse que o importante era ter alguém do nosso grupo. Roberto nos apoiou, apoiou Mauro Mendes, apoiou [o senador] Jayme Campos, esteve junto conosco. Tem todo o perfil e está melhor posicionado nas pesquisas, está lá na frente. Por que nós vamos competir com ele, puxar a cabeça dele para baixo, se é um grande nome?”, finalizou. 

Imprimir