Imprimir

Imprimir Notícia

18 Set 2020 - 14:01

Mauro atuará na campanha em Cuiabá e já prevê prisão de Emanuel

O governador Mauro Mendes (DEM) “entrou de vez” na campanha pela prefeitura de Cuiabá. Após o DEM fechar apoio ao ex-prefeito Roberto França (Patriota), o governador colocou que participará da campanha e já começou a atacar aquele que deve ser o principal adversário do apresentador de TV, o atual prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

Segundo Mauro, é importante apoiar França para que a prefeitura da Capital fique livre da corrupção. Ele lamentou a burocracia da Justiça para angariar provas contra a gestão, mas prevê um futuro “igual ou pior que o de Silval Barbosa” para o atual chefe do Palácio Alencastro.“Um cara que tem um histórico de corrupção associado a seu nome, o Emanuel Pinheiro, com três secretários afastados por corrupção, com um monte de esquema sendo investigado pelo Ministério Público. Não tenho dúvida que o fim de Emanuel Pinheiro será igual ou pior que de Silval Barbosa”, colocou.

Silval Barbosa foi governador do Estado entre 2010 e 2014 e, menos de 1 ano após o fim da gestão, foi preso acusado de diversos crimes de corrupção. Ele foi solto quase 2 anos depois, após confessar os crimes e firmar colaboração premiada com a Procuradoria Geral da República.

Imprimir